Praias

No extremo sul do Município, partindo do estuário formado pelos rios Mamucabas e Ilhetas - divisa entre Tamandaré e seu vizinho, o município de Barreiros, encontramos a Praia do Cantinho, a primeira de uma extensão total de 18 km de praias. A parir daí, vamos caminhado para o norte e encontramos a praia de Tamandaré, na baia de mesmo nome e a praia do Forte, também na baia de Tamandaré. Seguindo  em frente, contornamos o Pontal do Lira e atravessamos a praia da Ponta Verde, chegando à praia do Farinha. Mais um pouco para o norte e contornamos o Pontal de Tamandaré, encontrando a praia das Campas e a praia da Perua Preta. Finalmente, atingimos o domínio de restingas, manguezais e praias do Pontal dos Carneiros, com a parte oceânica da praia dos Carneiros, que após contornar a Ponta dos Manguinhos, atinge a Praia fluvial dos Carneiros, na margem direita do Rio Formoso, o limite norte do Município, na divisa com os Municípios de Sirinhaém e Rio Formoso.

Foto: J. Coimbra
Praias do Cantinho e de Tamandaré - No limite sul de Tamandaré, encontra - se a praia do Cantinho.
Foto: J. Coimbra
Praia de Tamandaré - Diferente das outras praias de Tamandaré, essa praia é aberta para o mar, devido a uma descontinuidade dos arrecifes: a entrada da baia de Tamandaré. O mar agitado, afunda rapidamente, sendo excelente para "pegar" uma onda ou alternativamente ser pego por ela.
Foto: J. Coimbra
Pontal do Lira - No Pontal do Lira, a exemplo da Praia do Forte, podemos encontrar, abrigo e refresco em barracas a beira mar, servindo deliciosos peixes fritos e geladas cervejas.
Foto: J. Coimbra
Praia da Ponta Verde 1 - Pequena faixa de praia entre a Praia do Forte e a Praia do Farinha, é frequentada, principalmente pelos veranistas e turistas que estão alojados nos Loteamentos Ponta Verde I, II e III, sendo menos concorrida que suas vizinhas.
Foto: J. Coimbra
Praia da Ponta Verde 2 - Também aqui, os barcos de pesca da Colônia Z-5, encontram abrigo no mar calmo dessa área protegida pelos arrecifes.
Foto: L. F. Accioly Cavalcanti
Praias da Ponta Verde e do Farinha - As barracas na praia do Farinha são um espetáculo de cores e sons. Também aqui, sombra, cerveja gelada e peixe frito, estão garantidos.
Foto: J. Coimbra
Pontal de Tamandaré - Do Pontal de Tamandaré, é possível contemplar a praia do Farinha, dominada pela Igreja de São José, e mais ao longe a praia da Ponta Verde e o Pontal do Lira.
Foto: J. Coimbra
Praia das Campas - A Igreja de São Pedro, domina a paisagem da praia das Campas, enquanto águas transparentes, mornas e verdes proporcionam um agradável banho na companhia de peixes tropicais.
Foto: J. Coimbra
Praia das Campas - Caminhar pela praia, de manhã, associa exercício físico ao fortalecimento espiritual proporcionado pela bela paisagem.
Foto: J. Coimbra
Praia da Perua Preta - Se as pernas do visitante permitirem, é possível atingir à pé, a Ponta dos Manguinhos. No caminho, barracas servem água de coco gelado que ninguém é de ferro.
Foto: J. Coimbra
Praia da Perua Preta - Se caminhar não for a sua opção, sempre é possível encontrar a sombra de um coqueiro, de onde apreciar a paisagem.
Foto: J. Coimbra
Praias da Perua Preta e dos Carneiros.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 1 - O Pontal dos Carneiros, apresenta, praias oceânicas, como a da foto, e praias fluviais, ao longo da margem direita e na desembocadura do Rio Formoso. Dizem que o paraíso é aqui !!! Mas, não era lá ??? Ou tem mais que um ??? Só você pode decidir.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 2 - Também na Praia dos Carneiros, formam - se piscinas na maré baixa. Um convite à contemplação, ao banho, ao mergulho, ao ...
Foto: J. Coimbra
Ponta dos Manguinhos 1 - Céu azul, areias finas, águas mornas, sombra de coqueiros... Quer mais ???
Foto: J. Coimbra
Ponta dos Manguinhos 2 - Daqui pode - se ver a barreira de corais estendendo - se para o norte.
Foto: J. Coimbra
Ponta dos Manguinhos 3 - A tranquilidade só raramente é quebrada pela presença de outros seres humanos, além de você.
Foto: J. Coimbra
Ponta dos Manguinhos 4 - É difícil transmitir em foto a emoção de fazer parte dessa paisagem. 
Foto: J. Coimbra
Carneiros 4 - A tranquilidade do lugar, lhe empresta a oportunidade de exercitar a imaginação, na tentativa de encontrar palavras que descrevam tanta beleza.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 5 - Alguém esteve aqui antes de mim. Não foram muitos a julgar pelas marcas de pés na areia.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 6 - Pode - se chegar aqui de barco ou de bug na maré baixa. Para atingir a praia vindo de carro é necessário atravessar uma das inúmeras pousadas, chalés, pontos de apoio e propriedades que margeiam o rio.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 7 - Do outro lado do rio, é possível ver o Píer de Guadalupe, no Município vizinho de Sirinhaém.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 8 - Caminhar sobre a barreira de arrecifes, requer pés calçados e muito cuidado. Os peixes tropicais e os ouriços nas piscinas que se formam, se somam à paisagem, para tornar o passeio inesquecível.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 9 - A barreira de arrecifes, avançando rumo norte, por pouco não permite a travessia à pé, da foz do Rio formoso na maré baixa.
Foto: J. Coimbra
Carneiros 10 - O banho nas águas salobras e mornas do rio... Só experimentando.